Big Twenty-Saphira

    Compartilhe

    Votação

    A raça dos dragões vai sobreviver?

    [ 4 ]
    80% [80%] 
    [ 0 ]
    0% [0%] 
    [ 1 ]
    20% [20%] 
    [ 0 ]
    0% [0%] 

    Total dos votos: 5
    avatar
    Anilyan
    Feiticeiro

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 198
    Data de inscrição : 17/04/2011
    Idade : 19
    Localização : Portugal
    Moedas RPG : N/A

    Big Twenty-Saphira

    Mensagem por Anilyan em Qui Ago 11, 2011 1:59 pm

    O segundo artigo de Big Twenty, de Shurtugal

    Spoiler:
    Christopher’s recent revelation that “that’s it” – there are simply no other dragons tied to Riders hidden from view – has left us all wondering whether or not dragons have a future on Alagaësia. We know that the last dragon, hatching from the green egg, is a male. The only female dragon (that we know of) is Saphira, meaning that Saphira will need to choose to mate with the green dragon, Thorn, or Shruikan. But will she do this, and will this be enough to save the future of the dragon race?

    Dragons are on the brink of extinction in Alagaësia, and after the death of Glaedr, only four dragons remain. This leaves Saphira in a unique position, since she is the only female dragon left. And with Glaedr being the only dragon that Saphira has had any extended period time with, we can only wonder what bonds she could form with the male dragons who remain.

    It is safe to assume that we can rule out Shruikan as a possible mate for Saphira. Both Saphira and Eragon’s hatred for Galbatorix is too strong to overcome at this point. We can assume that even if Shruikan somehow is not killed in the final battle for Alagaësia, his mind would be too altered and warped to be involved with Saphira.

    A more likely candidate would be Thorn. They are nearly the same age, and we know that Thorn and Murtagh are only acting evilly due to Galbatorix’s control over them using their true names. If they could somehow escape his control, whether through Galbatorix’s death or by changing their true names, they could live how they want to and there could possibly be a relationship between Thorn and Saphira. But will Saphira forgive Thorn for delivering the final blow to her mentor, Thorn? And can Eragon forgive Murtagh for killing Hrothgar? There are many obstacles to a possible relationship between these dragons, but it is not out of the question at this point.

    The last, and most mysterious, candidate is the green dragon. Obviously, we know next to nothing about this dragon at this point in the story besides the fact that it is a male, green dragon. There are a few important questions concerning “Greeny”. Most important of all is whether or not he will be sided with the Varden. This could easily bloom into a relationship with Saphira if there was another dragon on Eragon’s side, as evidenced with her easily crushing on Glaedr. But another important question is, is Greeny already hatched when we end the story in Brisingr, or is he only going to hatch in Inheritance? Could there be time to even begin a relationship? And who would his rider be? Arya? Angela? Roran? Or will it someone who would not side with the Varden? There are a plethora of questions surrounding Greeny, but he is a worthy candidate for Saphira’s future mate.

    The future of the Dragons seems to all rest on Saphira. She has three eligible mates, but after a little analysis, we can definitely conclude that Shruikan is the least likely candidate in our choices. But with so many questions surrounding Thorn’s past wrongs and Greeny’s unknown background, we are left with two equally weighted possibilities for Saphira’s mate. But we know one thing for sure, Saphira and Eragon must defeat Galbatorix in order for the procreation of the dragons to begin again.

    avatar
    francisco neto
    Caçador

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 69
    Data de inscrição : 07/12/2011
    Idade : 17
    Localização : Curitiba PR
    Moedas RPG : N/A

    Re: Big Twenty-Saphira

    Mensagem por francisco neto em Qui Dez 08, 2011 2:29 pm

    Herança foi lançado em 8 de Novembro de 2011 nos Estados Unidos e é o último volume do ciclo da herança. Começando com uma batalha, os Varden tentavam tomar Belatona. Durante a Batalha, Saphira quase que é morta por uma Dauthdaert, Nirnem(a Orquidea), um instrumento feito por elfos para matar os dragões durante a Du Fyrn Skulblaka. Arya e Eragon dominam o senhor Bladburn, o muro cai por cima de Roran, não causando danos graves, uma vez que ele se encontrava numa área semi-protegida, e após tomarem a cidade formam uma aliança com os homens-gato e Grimrr Halfpaw(meiapata). Nasce a filha de Elain, mas tinha o lábio fendido e Eragon tem receio de curá-la graças ao que aconteceu com Elva, mas é bem sucedido e ganha o respeito dos elfos. Eragon também melhora a esgrima a lutar contra eles (principalmente Arya) e seguindo dicas dadas por Glaedr. Roran é enviado para tomar Aroughts e é bem sucedido, mas o feiticeiro e amigo Carn morre. Depois disso é nomeado capitão. Quando os Varden se preparavam para tomar Dras-Leona, descobrem que Murtag e Thorn estão lá e não se arriscam a enviar Eragon, ficando parados. Jeod descobre tuneis por baixo da cidade e Eragon, Arya, Angela e um elfo de nome Wyrden seguem pelo caminho para abrir os portões. Wyrden é apanhado numa armadilha e morto, e os sacerdotes de Helgrind capturam Arya e Eragon que tencionavam dar a comer às crias de Raz'zac por nascer, uma vez que essas criaturas eram os seus deuses e que Eragon os matara. Angela e Solembum salvam-nos, esta com a lâmina mais afiada de sempre, Albitr, e o grupo mata o sumo-sacerdote durante a fuga. Saphira luta com Thorn, vencendo, e Eragon usa Aren para tomar a cidade. Enquanto Eragon e Arya bebiam juntos, Thorn ataca e Murtagh captura Nasuada, que daí em diante vai sendo torturada no castelo de Galbatorix, depois consolada por Murtagh, que sugeriu a sua captura ao rei para que não a matasse. Eragon torna-se líder dos Varden e enquanto estes marcham para Uru'baen, ele vai para Vroengard, onde está o Cofre das Almas, um depósito de Eldunarís e ovos de dragão. Este só é aberto após Eragon e Saphira descobrirem e dizerem os seus nomes verdadeiros, que não são referidos no livro. Um dos ovos era de Umaroth, dragão de Vrael, líder dos cavaleiros. Eragon leva os Eldunarí com ele, e enquanto os Varden tomam Uru'baen, ele, os onze elfos, Arya e Elva entram no castelo, passando por uma enormidade de armadilhas nas quais só não caíram graças a Elva. Os Varden também passam por dificuldades: Muitos elfos, incluindo Islanzadí, morrem às mãos de um homem com um grande Eldunarí no peito, morto por Roran apenas quando já estava enfraquecido. Galbatorix deixa os onze elfos fora de combate, e chamando o nome da língua antiga, ordena Murtagh e Eragon lutarem. Eragon vence, mas estava fraco e quando Galbatorix estava prestes a força-lo a unir-se a ele, Eragon decide que, se não pode fazer isso, pelo menos pode demonstrar ao rei Tirano o quanto era horrível, lançando juntamente com os Eldunarís um feitiço sem palavras do qual Galbatorix não se consegue defender e que o deixa angustiado. Enquanto isso, Arya usa a Dauthdaert para matar Shruikan, e Murtagh mudara com o tempo o seu nome verdedeiro, porque gostava de Nasuada, e ajuda Eragon a matar o rei. Depois, decide que não seria bom para Nasuada que ele ficasse, e apesar de ela chorar, deixa-o ir. Ele parte, para norte e para bem longe. Nasuada é nomeada rainha e Eragon ajuda durante meses a restabelecer a paz em alagaesia, visitanto o túmulo de Brom, o seu pai, e Arya(que passou esse tempo em Ellésmera) regressa e diz que é a Rainha dos Elfos e cavaleira do dragão verde, Fírnen, que acasala com Saphira. Arya e Eragon dizem também os seus verdadeiros nomes um ao outro, e torna-se óbvio que Arya gostava dele, mas ela não queria abdicar do trono e Eragon decidira criar os dragões fora de Alagaesia, e decidiram que não poderiam acabar juntos. Eragon e alguns elfos iam partir, mas antes disso ele festeja em Ellésmera com os elfos, Katrina, Roran e a filha Ismira, a com os Anões e o rei Orrin. Forja uma nova alinaça dos cavaleiros, à qual uniu não só elfos e humanos, mas também anões e urgals. Não perderá o contacto com alagaesia graças à magia, mas nunca mais vai voltar. Arya segue com ele, olha-o nos olhos e vai-se embora sem olhar para tráz. Eragon chora, mas ele e Saphira não estavam sozinhos. E segue caminho, rumo a terras sombrias. isso não é teoria é o que acontece (bom isso se aquele site não mentiu)

      Data/hora atual: Dom Set 24, 2017 2:38 pm