Crítica Brisingr - Stuart

    Compartilhe
    avatar
    Stuart
    Moderador & Tutor de RPG

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 271
    Data de inscrição : 02/05/2009
    Idade : 27
    Localização : Belo Horizonte/MG
    Moedas RPG : N/A

    Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Stuart em Qua Abr 14, 2010 2:37 pm

    Ok, quem me conhece já sabe minha grande decepção em relação às notícias sobre o ciclo da herança (principalmente em relação ao fato de trilogia ter se tornado ciclo).
    Pra quem não me conhece (já que fiquei muito tempo off): Prazer, meu nome é Lucas, atendo por Stuart, sou um dos membros mais antigos do fórum, apesar de ficar ausente de tempos em tempos, eu sempre volto, e sou um rebelde que só sabe reclamar e criticar Paolini. Mas eu ainda leio e pretendo terminar o ciclo da Herança.
    Eragon foi um livro genial na minha opinião, Eldest caiu um pouco em meu conceito e aqui estou eu para falar de Brisingr, do qual considerei um lixo...

    Estou preparado para as pedradas dos fãs do terceiro livro que ficarão indignados com minha opinião em relação ao mesmo. Mas mesmo assim tenho que desabafar.

    Pra começar, apenas dois livros eu demorei mais de ano para ler: A escolha dos Três (Stephen King, A torre negra vol. II) e...... Brisingr.
    No caso do rei (Stephen King) eu apenas ficava com preguiça de ler o livro, e preferia sempre fazer outras coisas, mas no caso de Paolini, além da preguiça e falta de tempo, a literatura me desagradou completamente.

    Mas vamos lá...

    NÃO CONTINUE CASO NÃO TENHA LIDO O LIVRO AINDA!


    Brisingr - O livro descartável do "Ciclo" da Herança.

    Sinceramente, terminei de ler o livro à alguns minutos atrás, e quando acabei de ler pensei: "Putz, que que tem nesse livro para ele ter quase 700 páginas?!". A impressão que eu tive ao ler essas quase 700 páginas foi que, no livro, parecia ter passado apenas alguns dias.
    Paolini se superou no processo de embromação neste terceiro volume da série. Tirando a parte das batalhas (aí sim eu curto uma boa narração), o resto do livro se torna completamente descartável e poderia ser resumido em algumas páginas. A leitura apenas me comprovou que o fato de Paolini ter estendido a "Trilogia" para um "Ciclo" foi meramente com o intuito de ganhar mais dinheiro.
    A minha vontade era de tacar o livro no fogo e me aquecer neste frio que está fazendo.

    História

    Vamos resumir: Eragon e Roran resgatam Katrina dos Ra'zac. O cavaleiro descobre o nome verdadeiro de Sloan e o permite ficar vivo em companhia do elfo mas esconde o fato de Katrina para que isso não atrapalhe o casamento dela com Roran. Mimimi Elfos surgem. Mimimi, Roram excelente lutador. Mimimi Roram vai se casar com Katrina mas Murtagh aparece para atrapalhar. Batalha. Casamento. Roran no exercito participa de algumas batalhas e ele e Katrina ficam de mimimi. Eragon vai até Farthen Dur. Enrolação. Batalha. Orik vira rei. Eragon vai pra Ellesmera. Enrolação. Descobertas sobre Brom ser o pai de Eragon e os Eldunari. Eragon consegue uma nova espada. Os rebeldes decidem dominar a cidade e partir numa batalha decisiva e sem fim contra o imperio. Glaedr dá seu eldunari para Eragon e saphira. Eragon volta pra ajudar e Oromis vai pra Gil'ead lutar também. Batalhas. Surge um novo espectro. Arya e Eragon derrotam o espectro. Oromis luta contra Murtagh e ele e Glaedr morrem depois de, pela primeira vez, sentirmos a presença de Galbatorix na saga. Eragon fica de mimimi e revela tudo o que descobriu para seus amigos.

    FIM.

    Beleza caras, alguém me explica porque esse resumo ocupou 700 paginas? Paolini foi mestre em enrolar a leitura com coisas completamente desnecessárias. Eu quero saber da história principal e não sobre como é forjada uma espada! Se eu quisesse eu ia ler aquele livro indicado por ele nos agradecimentos.
    Em certas partes até os diálogos são sem graça. E o desafio das facas longas? Que bela porcaria... Nasuada é uma personagem nada carismática e completamente sem graça.

    Os "mimimi" no resumo representam as partes que poderiam muito bem ser resumidas, e as partes em negrito são as partes interessantes, que eu não tenho nada a reclamar.


    Personagens

    Aí está uma coisa que me irrita desde o primeiro livro: todas as personagens da saga são burras. Paolini pode ter tido uma boa ideia ao planejar o enredo, mas não é nem um pouco um escritor estrategista como Bernard Cornwell. Em Brisingr, as coisas parecem piorar, com exceção de Roran, que é quase um Kratos.
    Vamos começar por Eragon: ok, o cara é um cavaleiro de Dragão. Extremamente poderoso e todos desejam se ajoelhar diante dele. Mas ao em vez de ele ser seu próprio lider, ele fica jurando lealdade à todas as raças existentes na alagaesia. Saphira sim, é uma personagem inteligente: tem plena noção de seu poder e não fica abaixando cabeça pra qualquer um.
    Claro, que Eragon não precisa se rebelar contra todos, mas era necessário ele ter autonomia e consciencia de seu poder. Me irrita vê-lo receber ordens de Nasuada sem confronta-la!

    Arya! Elfa orgulhosa e fria. Personagem nada carismática e totalmente sem graça. Sem nada a acrescentar.

    Nasuada: a mesma coisa.

    Oromis: sinceramente, qual o problema de Paolini com os elfos? Na maioria dos RGP's, elfos não são uma raça superpoderosa, muito pelo contrário, eles são odiados por humanos e muitas vezes excluidos e escravizados apesar de sua afinidade com magias, mas Paolini os coloca como superiores, orgulhosos, escrotos e insuperáveis. Oromis parecia ser uma personagem muito inteligente apesar todos esses defeitos. Mas alguém me explica por que diabos ele foi batalhar sozinho?! Seria muito mais inteligente ele ter ajudado Eragon e depois juntos acabarem com Murtagh... Islazandi tinha um exercito de elfos e feiticeiros com ela! Ela não necessitava de ajuda, os elfos poderiam muito bem segurar Murtagh! Paolini deveria ter pensado numa maneira mais inteligente de matar Oromis, pois o que ele fez foi praticamente um suicídio.

    Roram: esse sim é um personagem que me agradou. Frio e forte, realmente Paolini conseguiu fazer com que Roran me cativasse da mesma maneira que Eragon no primeiro livro. Apesar de não haver muita emoção em seu romance com Katrina, Paolini consegue passar as emoções, medos e planos de Roran para o leitor como de uma maneira incrivel. Não tenho nada a reclamar, a não ser o fato de ele ser exageradamente apelão.

    Katrina: não fede nem cheira, personagem coadjuvante sem graça e sem emoção.

    Orik: Rá! Um dos meus preferidos, apesar de que não teve muita participação no terceiro livro, Paolini conseguiu colocar perfeitamente o perfil de um anão no Orik! Personagem inteligente, carismático e forte.

    Saphira: outro grande feito de Paolini. Apesar de ser irritante por ser muito convencia, Paolini realmente conseguiu demonstrar que, por mais que seja inteligente e possua um elo com humanos, Saphira não consegue se livrar de seu lado selvagem e egocêntrico. A representação perfeita de um dragão "humano".

    Glaedr: mesma coisa.

    Murtagh: um dos meus favoritos também. Mas suas aparições no terceiro livro foram sem grande impacto.

    Galbatorix: por enquanto um vilão sem graça com uma história muito boba. Mas pela primeira vez foi possível "ouvir" sua voz na saga, e realmente se demonstrou um vilão bem manipulador. Mas ainda não tenho informações para criticá-lo com mais severidade.

    Faltaram vários personagens, mas cansei de escrever. Apenas vou mencionar que também gostei do elfo azul do qual não me lembro o nome.


    Narração

    Muito detalhista. Apesar de narrar bem uma batalha, Paolini dá pouco enfoque para elas, e muito mais enfoque em coisas completamente inuteis. Isso é o que mais me irrita em sua escrita. Já dei exemplos quando comentei sobre a história.
    Diálogos desnecessários para fazer com que o livro se torne mais "real" apenas fazem com que a leitura se torne cansativa. Eu saltei várias partes do livro ao ver que ia começar algo totalmente irrelevante.
    Paolini tem que parar de se achar um grande escritor e lembrar-se que para ser um mestre, não basta apenas uma narrativa detalhada e bem escrita, mas sim a capacidade de cativar o leitor com personagens cativantes e história incrível.
    As partes que eram narradas na visão de Saphira e Glaedr foram completamente idiotas, com aquelas palavras compostas totalmente sem noção, tratou dos dragões como animais selvagens burros, pois se pensassem assim, então se comunicariam assim também. Erro de Paolini
    Eu considero um livro bom quando eu desejo que a leitura não acabe nunca! Com Brisingr aconteceu o contrário: eu não via a hora de chegar na última página e passar a ler outros livros em minha estante.

    Resumo Final: o livro tem suas partes que salvam, assim como personagens que agradam, porém possui partes desnecessárias e uma narrativa cansativa, pra falar a verdade, apenas 1/4 do livro me agradou, o resto eu jogaria fora. Realmente foi o livro com mais ação, porém foi o mais enrolado e que menos adicionou à história. Os eventos importantes passaram de forma rápida e quase despercebidas enquanto os eventos irrelevantes se prolongavam por páginas e mais páginas.
    Para mim o livro foi uma decepção literária. Poderia muito bem ter sido o ultimo livro se fossem cortadas essas páginas de inutilidades.

    Abraços.


    ~>Stuart.


    _________________
    "Que Deus cuide de meus amigos... Dos inimigos cuido eu."
    ~Voltaire~

    avatar
    Alan V.
    Administrador

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 167
    Data de inscrição : 29/05/2009
    Idade : 29
    Localização : RJ
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Alan V. em Qua Abr 14, 2010 11:06 pm

    Voce é um bom exegeta Stuart, concordo no ponto de enrrolaçao, foi de mais, capitulos sem acréscimo algum ao livro.
    Porem as cenas de Roran nao me agradaram, pois estavam exorbitante.
    Quanto ao protagonista, sobre sua opiniao de que este tem se aviltar, tambem concordo.
    avatar
    Cloud XXIII
    Cavaleiro Mestre

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 331
    Data de inscrição : 09/12/2009
    Idade : 22
    Localização : Ellésmera
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Cloud XXIII em Qui Abr 15, 2010 2:04 pm

    Eu não concordo com algumas coisas mas vou dizer com o que concordo mais: O Eragon jurar lealdade a todos os povos, concordo plenamente nisto; o Oromis ter ido para a batalha também concordo plenamente que foi para se ver livre da personagem pois não tem inteligência nenhuma o que ele fez; concordo que ele é muito "detalhista" mas, ás vezes, isso não é tão mau; também acho que foi muito enrolado e acho tem razão na parte de ele não ter acabado no Brisingr a colecção porque não quis.
    avatar
    Nómada Morzan
    Caçador

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 88
    Data de inscrição : 27/04/2010
    Idade : 24
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Nómada Morzan em Qua Abr 28, 2010 11:02 pm

    Por acaso, Brisingr é o livro mais estagnante dos três.
    Concordo com a maior parte do que foi dito, como, por exemplo, a morte do Oromis, à qual o autor deu pouca/nenhuma importância.
    Algumas partes do livro são confusas, tal como os urgals passarem para o lado 'bom' da fita, o que não teve piada nenhuma.

    O Eragon está mais preocupado com as hormonas do que enfrentar Galbatorix. Eu acho que o facto de jurar lealdade à todos os povos, deve-se à sua insegurança. Lembrem-se que, no início, ninguém tinha fé nele e, talvez, foi a única forma que encontrou de ser 'aceite'.
    avatar
    anairam
    Cavaleiro Ancião

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 656
    Data de inscrição : 05/12/2009
    Idade : 21
    Localização : Du Weldenvarden
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por anairam em Sex Ago 20, 2010 11:08 am

    Nómada Morzan escreveu:Por acaso, Brisingr é o livro mais estagnante dos três.
    Concordo com a maior parte do que foi dito, como, por exemplo, a morte do Oromis, à qual o autor deu pouca/nenhuma importância.
    Algumas partes do livro são confusas, tal como os urgals passarem para o lado 'bom' da fita, o que não teve piada nenhuma.

    O Eragon está mais preocupado com as hormonas do que enfrentar Galbatorix. Eu acho que o facto de jurar lealdade à todos os povos, deve-se à sua insegurança. Lembrem-se que, no início, ninguém tinha fé nele e, talvez, foi a única forma que encontrou de ser 'aceite'.

    isso da lealdade, a nasuada, etc...
    ele devia ser independente, mas ajudava na mesma...
    Insegurança mesmo..
    Acho que isso é um ponto negativo para a personalidade de eragon.
    avatar
    Er@agon-bjartluskar
    Cavaleiro Mestre

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 349
    Data de inscrição : 18/08/2010
    Idade : 22
    Localização : Elesméra(São Paulo-SP)
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Er@agon-bjartluskar em Dom Ago 22, 2010 5:23 pm

    anairam escreveu:
    Nómada Morzan escreveu:Por acaso, Brisingr é o livro mais estagnante dos três.
    Concordo com a maior parte do que foi dito, como, por exemplo, a morte do Oromis, à qual o autor deu pouca/nenhuma importância.
    Algumas partes do livro são confusas, tal como os urgals passarem para o lado 'bom' da fita, o que não teve piada nenhuma.

    O Eragon está mais preocupado com as hormonas do que enfrentar Galbatorix. Eu acho que o facto de jurar lealdade à todos os povos, deve-se à sua insegurança. Lembrem-se que, no início, ninguém tinha fé nele e, talvez, foi a única forma que encontrou de ser 'aceite'.

    isso da lealdade, a nasuada, etc...
    ele devia ser independente, mas ajudava na mesma...
    Insegurança mesmo..
    Acho que isso é um ponto negativo para a personalidade de eragon.

    Também acho,mas em alguns pontos vc esta exagerando,Stuart
    avatar
    tiranos9
    Cavaleiro Ancião

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 537
    Data de inscrição : 29/06/2010
    Idade : 22
    Localização : Ellesméra(Campina Grande-PB)
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por tiranos9 em Dom Ago 22, 2010 7:15 pm

    é stuart vc exagero um pouco.
    avatar
    Er@agon-bjartluskar
    Cavaleiro Mestre

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 349
    Data de inscrição : 18/08/2010
    Idade : 22
    Localização : Elesméra(São Paulo-SP)
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Er@agon-bjartluskar em Dom Ago 22, 2010 7:20 pm

    Brisingr é o melhor até agora
    avatar
    anairam
    Cavaleiro Ancião

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 656
    Data de inscrição : 05/12/2009
    Idade : 21
    Localização : Du Weldenvarden
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por anairam em Seg Ago 23, 2010 4:37 pm

    o melhor sem duvida..
    para pessoas que gostem de grandes fantasias , brisingr é o que mais se aproxima , entre eldest e eragon...
    Claro que há enrolação mas todos os livros têm..e assim as personagens desenvolvem-se, e temos cenarios ,etc muito detalhados que nos permitem uma melhor visualização.
    avatar
    Er@agon-bjartluskar
    Cavaleiro Mestre

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 349
    Data de inscrição : 18/08/2010
    Idade : 22
    Localização : Elesméra(São Paulo-SP)
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Er@agon-bjartluskar em Seg Ago 23, 2010 4:39 pm

    Tem razão
    E em todos livros só há enrolação por causa
    de interesses próprios do autor
    avatar
    anairam
    Cavaleiro Ancião

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 656
    Data de inscrição : 05/12/2009
    Idade : 21
    Localização : Du Weldenvarden
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por anairam em Seg Ago 23, 2010 4:42 pm

    um livro sem enrolação fica quase resumo , sem piada...
    é bom ver grandes frases a descrever coisas.
    e agora nao me estou a lembrar de uma parte em que houve enrolação..
    e a enrolação é sempre benefica , para um ar mais profissional ao livro.
    avatar
    Er@agon-bjartluskar
    Cavaleiro Mestre

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 349
    Data de inscrição : 18/08/2010
    Idade : 22
    Localização : Elesméra(São Paulo-SP)
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Er@agon-bjartluskar em Seg Ago 23, 2010 4:44 pm

    Pois é...

    E é bom ver coisas bem esclarecidas(e quanto)
    No ciclo, CP atiça bastante a curisidade do leitor

    É um grande talento, faz o leitor querer sempre mais


    avatar
    anairam
    Cavaleiro Ancião

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 656
    Data de inscrição : 05/12/2009
    Idade : 21
    Localização : Du Weldenvarden
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por anairam em Seg Ago 23, 2010 6:31 pm

    gosto de livros grandes..
    e da maneira que demoro mais tempo a acabálo.
    CP tem vindo a enrolar muito a partir de eldest.Em brisingr ainda mais , tudo indica que vai enrolar ainda mais no 4º livro.
    mas os criticos gostam de livros que enrolem.
    avatar
    anairam
    Cavaleiro Ancião

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 656
    Data de inscrição : 05/12/2009
    Idade : 21
    Localização : Du Weldenvarden
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por anairam em Seg Ago 23, 2010 8:15 pm

    eu acho que ele vai ter de terminar.
    afinal era para ser uma trilogia.
    aumentou para 4 livros , mas haver mais um já é estranho.
    Ele devia saber quantos iriam ser.
    Mas se for para ficar melhor vale a pena não é?

    olhem que não é só CP a demorar a escrever os livros , há muitos escritores assim...é dificil. CP pode ter tido novas ideias ao escrever , que não contava e por isso aumentou.
    por mim , sim havia um 5º livro.Há muitos livros para ler até que o 5º livro chegasse.
    avatar
    Er@agon-bjartluskar
    Cavaleiro Mestre

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 349
    Data de inscrição : 18/08/2010
    Idade : 22
    Localização : Elesméra(São Paulo-SP)
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Er@agon-bjartluskar em Qui Set 02, 2010 8:46 pm

    anairam escreveu:eu acho que ele vai ter de terminar.
    afinal era para ser uma trilogia.
    aumentou para 4 livros , mas haver mais um já é estranho.
    Ele devia saber quantos iriam ser.
    Mas se for para ficar melhor vale a pena não é?

    olhem que não é só CP a demorar a escrever os livros , há muitos escritores assim...é dificil. CP pode ter tido novas ideias ao escrever , que não contava e por isso aumentou.
    por mim , sim havia um 5º livro.Há muitos livros para ler até que o 5º livro chegasse.

    Concordo
    As vezes quando vou fazer redação, novas idéias surgem
    e acabo fazendo uma redação gigante.

    mauronienow
    Fazendeiro

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 9
    Data de inscrição : 05/06/2009
    Idade : 36
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por mauronienow em Sex Set 03, 2010 9:54 am

    concordo com o Stuart, tem algumas narrativas do ponto de vista do
    Roran que não são necessárias!!!!!
    avatar
    Stuart
    Moderador & Tutor de RPG

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 271
    Data de inscrição : 02/05/2009
    Idade : 27
    Localização : Belo Horizonte/MG
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Stuart em Sab Set 11, 2010 1:24 pm

    Eu acho que uma narração gostosa que faça você imaginar o cenário e os sentimentos que o envolvem não necessita ser massante. Paolini às vezes tenta descrever algo tão bem, que quando eu começava a ler chegava ao final da descrição e eu perguntava "nossa... e aí?".

    Sem contar que eu acho que a tentativa de passar os sentimentos de suas personagens através da narração foi um ato falho do Paolini. Eu não me encantei nenhum segundo, não me senti na pele dos personagens, ficou tudo muito vago, robótico, forçado...

    Na minha opinião, como é apenas o inicio de uma carreira de escritor, o autor se saiu bem, mas ele não chega nem perto de ser um grande escritor... Não mesmo.
    Compará-lo com King é até uma injustiça, mas esse sim, sabe passar todos os medos e desejos de seus personagens. Enquanto eu leio os livros de Stephen King eu chego a me arrepiar, ficar emocionado, com medo e até indignado.
    Paolini não conseguiu despertar quase nenhuma dessas sensações em mim no terceiro livro.

    Enfim, chega né. Opinião vai de cada um. Eu sinceramente não gostei do terceiro livro e não coloco muitas esperanças no 4º. Já prevejo algum final fraco e uma narração mais massante ainda.


    ~>Stuart.


    _________________
    "Que Deus cuide de meus amigos... Dos inimigos cuido eu."
    ~Voltaire~

    avatar
    Angela Bárbara
    Cavaleiro

    Warning de Respeito às Regras :
    Mensagens : 214
    Data de inscrição : 22/09/2010
    Idade : 23
    Localização : Guaporé - RS
    Moedas RPG : N/A

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Angela Bárbara em Dom Out 03, 2010 10:47 pm

    Stuart, sinti isso q vc sintiu no terceiro livro do Crepusculo, no Brisigr, eu achei q faltou alguma coisa, mas eu acho q td escritor tem q se sair melhor em tal livro, e pior em tal, pq se ele não se sair mal em algum, como q ele vai ser um bom escritor? ele tem q aprender com os seus proprios erros como qualquer outro pobre mortal(rsrsrs).

    Eu acho q o quarto livro vai ser mt bom, e tomara q seja, pq pra demorar tanto te, q sair algo maravilhoso! Smile

    Conteúdo patrocinado

    Re: Crítica Brisingr - Stuart

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 24, 2017 2:38 pm